Dr. Antonio Sproesser

Navegação: Home

COMO TRATAR A DEPRESSÃO?

A rigor, segundo estudos realizados, não há diferenças significativas entre os vários medicamentos existentes para tratamento da depressão, mas isso não quer dizer que qualquer um deles possa ser receitado para um paciente com essa doença. Pelo contrário...

Leia mais...

REAÇÕES ALÉRGICAS: FIQUE DE OLHO!

Alguns alimentos podem desencadear diferentes tipos de reação alérgica no corpo e causar sérios danos. Fique atento às orientações dos médicos, às reações do seu corpo e mantenha a saúde em dia. Veja também o que fazer em caso de alergia.

Leia mais...

CORRER OU CAMINHAR?

Você acha que correr é melhor que caminhar? Estudo realizado na Universidade da Califórnia (EUA) concluiu que ambas as atividades são igualmente eficazes para reduzir o risco de hipertensão, diabetes e doença coronariana.

Leia mais...

CONHEÇA AS PRINCIPAIS AMEAÇAS DA OBESIDADE À SAÚDE

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), neste ano de 2015, cerca de 2,3 bilhões de adultos vão estar com sobrepeso e mais de 700 milhões serão obesos. No Brasil, mais de 40% da população está acima do peso, o que aumenta o risco de doenças como pressão alta, colesterol alto e também diabetes.

 

Leia mais...

O PREÇO DA INSÔNIA

Noites mal dormidas prejudicam a qualidade de vida e podem, inclusive, estar associada a morte prematura. É o que indica estudo realizado pela psiquiatra Ana Ramos, da universidade de Wisconsin, nos EUA. A pesquisa, que envolveu duas mil pessoas, constatou que entre os insones, a mortalidade foi três vezes superior as que tinham sono normal.

Leia mais...

FELIZ DIA DAS MÃES!

Neste dia mais que especial, desejo muita saúde e alegria a todas as mamães!

OTIMISMO, UM ÓTIMO REMÉDIO

Idosos que encaram a passagem do tempo de forma otimista se mantém independentes e saudáveis por mais tempo comparado aos pessimistas. É o que demonstrou pesquisa publicada no The Journal of The American Association (JAMA).

Leia mais...

Página 1 de 33

Termos de uso

 

"As informações  encontradas  no site estão de acordo com padrões vigentes à época da publicação. Mas as constantes mudanças na medicina, resultantes das pesquisas clínicas, as diferentes opiniões entre especialistas,  e os aspectos peculiares de situações individuais, implicam na necessidade, por parte do leitor, de exercer seu melhor julgamento ao tomar decisões. Em particular, o interlocutor é instado (estimulado) a discutir a informação obtida neste site com um profissional da saúde, sendo que este site de informação não pode e nem deve substituir uma consulta médica."